Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

01.04.18

OPINIÃO | O Nosso Reino

Rita
 Título: O Nosso Reino Autor: Valter Hugo Mãe  Ano de publicação: 2004  Editora: Porto Editora    O Nosso Reino foi o romance de estreia de Valter Hugo Mãe, o meu sexto livro do autor e, até me dói o coração por ter de escrever isto, o que menos me agradou.   O estilo deste romance é semelhante ao de grande parte dos outros romances de Valter Hugo Mãe, quase uma prosa poética com passagens profundas, uma escrita que se tenta aproximar do português falado e uma (...)
26.04.17

OPINIÃO | O Remorso de Baltazar Serapião

Rita
    Tí­tulo: O Remorso de Baltazar Serapião Autor:  Valter Hugo Mãe Ano da primeira publicação: 2006 Editora: Porto Editora   Duas semanas volvidas e algumas ideias mal arrumadas e eis que se formou uma espécie de opinião acerca do livro O Remorso de Baltazar Serapião do escritor português Valter Hugo Mãe.    A acção deste romance desenrola-se na idade média e começa assim:   A voz das mulheres estava sob a terra, vinha de caldeiras fundas onde só o diabo e (...)
12.04.17

A digerir o remorso...

Rita
Dizia o meu pai, a voz das mulheres só sabe ignorâncias e erros, cada coisa de que se lembrem nem vale a pena que a digam. mais completas estariam, de verdade, se deus as trouxesse ao mundo mudas. só para entenderem o que fazer na preparação da comida e debaixo de um homem e nada mais. Terminei ontem à noite a leitura de O Remorso de Baltazar Serapião de Valter Hugo Mãe. Está a ser difícil digerir. A forma como a mulher é retratada revolta-me, enraivece-me, fez-me posar o (...)
04.11.16

OPINIÃO | Homens Imprudentemente Poéticos

Rita
  Título: Homens Imprudentemente Poéticos Autor: Valter Hugo Mãe Ano de publicação: 2016 Editora: Porto Editora   Homens Imprudentemente Poéticos é a mais recente obra de Valter Hugo Mãe, para mim um dos melhores escritores portugueses da actualidade. Os temas abordados neste livro são transversais às várias obras do autor: a morte, (...)