Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

10.05.17

Dilema na Livraria

Rita
  A primeira vez que vi um exemplar de Cartas de Amor e de Guerra do escritor russo Mikhail Chichkin foi há cerca de 4 semanas, num dos meus passeios da hora de almoço. Entrei na Bertrand para dar uma vista de olhos pelas novidades, entre elas estava este livro. Li meia dúzia de páginas, o bastante para querer ler as restantes 330. Não comprei o livro por vários motivos, entre eles não querer abdicar de €22. Desde aquele dia, sempre que entro numa livraria, os meus olhos (...)