Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

20
Set18

5 Pecados Literários

Woman Reading.jpgImagem vista aqui.

 

 

Todo o leitor comete um ou outro pecado literário.

A minha mãe, por exemplo, utiliza a extensão das capas (aquela parte da capa que se dobra para o interior) como marcador - descrever esta cena arrepia-me. Tenho uma amiga que se gaba de apenas ler policiais mas que também leu os três volumes de "As Cinquenta Sombras de Grey" e esconde esse facto da maioria das pessoas.

 

Estes são os meus 5 pecados literários:

 

1 - Passar mais tempo a organizar a lista de livros que quero ler e/ou comprar do que a efetivamente ler.

 

2 - Esporadicamente ter vontade de ler romances lamechas (ao estilo Nicholas Sparks) mas esconder essa vontade do resto do mundo.

 

3 - Ler em locais/momentos inapropriados quando precisamos meeeesmo de ajustar o nível de suspense.

 

4 - Utilizar a desculpa "deixa-me só terminar este capítulo" para poder não só terminar o capítulo atual mas ainda conseguir ler o próximo capítulo.

 

5 - Comprar mais e mais livros quando as pilhas de livros junto à estante já tendem a parecer a Torre de Pisa.

 

E vocês, quais são os vossos pecados literários?

16
Set18

TAG | 7 PROVÉRBIOS, 7 LIVROS

Books.jpgImagem vista aqui

 

Inspirada pelo post da Sweet e pelas suas fantásticas escolhas, trago neste post o desafio de associar 7 livros (na realidade são 9) a 7 provérbios, tentando não repetir as escolhas da Sweet. 

 

1 - A pensar morreu um burro.
Um livro que enrolou, enrolou, enrolou e parecia nunca mais chegar ao fim.

"A Terceira Condição" de Amos Oz, foi um sacrifício enooorme...

 

2 - Mais vale tarde que nunca.
Um livro de que não estavas a gostar muito, mas depois "puff fez-se luz" teve um final muito bom.

"O Assassinato de Roger Ackroyd" de Agatha Christie

 

3 - Antes só que mal acompanhado.
Um livro único (stand-alone) espetacular.

Poderia referir tantos livros espetaculares mas para não me repetir, vou escolher "A Desumanização" de Valter Hugo Mãe.

 

4 - A galinha da vizinha é sempre melhor que a minha.
Um livro muitas vezes comparado a livros ou sagas populares, mas que ficou um pouco abaixo das expectativas.

  

5 - Para bom entendedor meia palavra basta.
Um livro curto, mas bom.

"Uma Escuridão Bonita" de Ondjaki. Lê-se em uma ou duas horas e é perfeito!

 

6 - Todos os caminhos vão dar a Roma.
Um livro e/ou universo literário para o qual gostavas de viajar.

Harry Potter, sempre.

 

7 - Quem te avisa teu amigo é.
Recomenda três livros.

"Jesus Cristo Bebia Cerveja" de Afonso Cruz, "O Retrato de Dorian Gray" de Oscar Wilde e "O Sentido do Fim" de Julian Barnes .

 

Digam-me quais seriam as vossas escolhas para estas categorias

10
Set18

OPINIÃO | O Homem das Cavernas

O Homem das Cavernas.PNGTítulo: O Homem das Cavernas
Autor: Jørn Lier Horst
Ano da publicação: 2018
Editora: Dom Quixote

 

O Homem das Cavernas é o nono volume da série William Wisting e, se não estou em erro, o terceiro livro do escritor Jørn Lier Horst traduzido para português. É também o meu primeiro contacto com este autor norueguês.

As primeiras páginas leem-se bem e a expetativa é de que, conforme a história se vai desenrolando, fiquemos cada vez mais obcecados em saber como vai terminar, só que este cenário está longe de ser a realidade.

 

As personagens foram pouco trabalhadas, parecem-me demasiado superficiais, e talvez por isso não tenha sentido empatia por nenhuma delas. Outra característica de que não gostei foi o pouco desenvolvimento de alguns acontecimentos que considero não serem secundários à história principal.

 

A escrita não é a melhor, senti dificuldade em acompanhar os acontecimentos e em manter o interesse na história, por diversas vezes senti que preferia estar a fazer qualquer outra coisa em vez de ler este livro. Admito que a dificuldade em concentrar-me na leitura possa ter resultado de alguma falta de empenho minha, e não dever-se apenas à escrita do autor, fica a dúvida.

 

Então afinal o que é que este livro tem de bom? Bem, não sei se poderá dizer-se que é bom mas antes menos mau, talvez a história (se quiserem saber mais, leiam a sinopse). Acho que é o primeiro autor nórdico (e creio que também o primeiro autor norueguês) que leio e do qual não gosto. Não recomendo.

 

Classificação no Goodreads: 2/5

 

04
Set18

Planos para setembro

Em setembro há uma viagem de três semanas a um país algo exótico, com voos longos, percursos em cidades, aventuras em selva e apenas meia dúzia de dias destinados a estar deitada ao sol. O tempo para ler será proporcional ao número de livros que poderei levar comigo, ou seja muito pouco, no entanto seria incapaz de viajar sem material suficiente para poder escolher o que ler, pelo que vou ter de apostar no Kobo.

Pois então, já devem estar a prever que por aqui vamos estar em piloto-automático, ainda que vá tentado dar notícias através do instagram.

 

O contexto que descrevi em cima obrigou à definição de uma espécie de plano de leitura:

 

Estou atualmente a ler dois livros, que conto terminar nos próximos dias: A Abadia de Northanger de Jane Austen e Everything I Never Told You de Celeste Ng. O primeiro tinha na estante, o segundo no Kobo.

 

Atual.png

 

Setembro é mês de ler thrillers, pelo que vou tentar ler dois livros deste género: Aqueles que merecem morrer de Peter Swanson e Ao Fechar a Porta de B. A. Paris. Não foi difícil escolher os livros para este desafio porque estes são os únicos dois thrillers que tenho no Kobo.Thrillers.png

Para que o mês de setembro não se torne demasiado pesado (ou negro), estou a pensar ler ainda pelo menos uma das seguintes obras: O que vemos quando lemos de Peter Mendelsund, um livro de não-ficção sobre a perceção do leitor, ou Dez Anos Depois de Liane Moriarty, um romance sobre o qual pouco sei.

A ler.png

Por esse lado, há planos para setembro? Já leram algum dos livros que mencionei?

03
Set18

LEITURAS DO MÊS | Agosto

Agosto.png

 

O agosto de 2018 foi um mês atípico, apenas uns dias de "férias" e, tal como antevíamos, foram dias de alguma azáfama e pouco descanso. Relativamente a leituras, consegui voltar a um ritmo que, não sendo ainda o meu ritmo normal de leitura, está próximo disso. Também no blog e instagram a pouco e pouco estou a voltar ao ritmo habitual.

 

Em agosto "li" quatro livros (na verdade ouvi um livro e apenas li três), cerca de 1585 páginas:

O Homem da Areia de Lars Kepler - 4*

O Homem das Cavernas de Jørn Lier Horst - 2*

Stalker de Lars Kepler - 5*

And Every Morning the Way Home Gets Longer and Longer de Fredrik Backman - 5*

 

Agosto teve um ponto menos positivo: não ter lido nenhum autor português. Isto aconteceu porque nos momentos em que ia escolher o que ler, não me apetecia ler nenhum dos livros que tinha na estante que tivesse sido escrito por autores portugueses e não estava com disposição para contrariar a minha vontade. Tipicamente quando ando com a cabeça mais ocupada, principalmente a nível pessoal, tendo a escolher leituras mais leves e com características que proporcionem uma leitura menos exigente.

 

Agosto teve dois pontos positivos: voltei aos audiobooks e descobri um autor que poderá entrar na lista de autores preferidos de sempre! Foi com o audiobook And Every Morning the Way Home Gets Longer and Longer que me iniciei nas obras do autor sueco Fredrik Backman, uma obra que terá um post de opinião ainda esta semana. Adorei a escrita do autor, fiquei de tal forma apaixonada que ouvi o audiobook duas vezes e entretanto já me ando a preparar para comprar o livro físico, em inglês porque não existe versão portuguesa, e tooooodos os outros livros do autor.

 

Como foram as vossas leituras no mês de agosto?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A Ler


goodreads.com

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Género

*

Tamanho

*

Autores Lidos