Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

03.01.19

Leituras de 2018

Rita
O ano 2018 foi algo atípico tanto a nível pessoal como a nível profissional. Comecei 2018 com o maior susto da minha vida, todo o primeiro trimestre foi bastante atribulado, assim que voltei a ter estabilidade dediquei-me ao dia do nosso casamento, casei-me, fiz a viagem de uma vida, apanhei um outro susto que revelou não ser mais do que isso mas que me fez começar 2019 de canadianas.   Deixei 2018 muito serena e calma, apenas pedi que 2019 trouxesse saúde, sobre tudo o resto, (...)
02.01.18

Balanço de 2017 e promessas para 2018

Rita
O ano que passou foi algo atípico, principalmente no que toca às leituras que é o que interessa por aqui. Não li tanto como tem sido hábito, nem li tantos livros tão bons quanto desejava. Em 2017 explorei a não-ficção e dei o benefício da dúvida a vários best-sellers. Dos 50 livros lidos em 2017, apenas 13 foram de autores lusófonos e 14 escritos por mulheres, 7 são clássicos da literatura, 31 foram comprados por mim, apenas 1 entrou para a lista de favoritos. De 2017 (...)