Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

02.01.17

O meu 2016 em livros

Rita
Estas são as estatísticas das minhas leituras de 2016, segundo o goodreads. Em nenhum outro ano li tantos livros como em 2016 nem uma percentagem tão elevada de livros de autores lusófonos, este último ponto era um dos objectivos do ano.   Em 2016 li pela primeira vez três escritores lusófonos inesquecíveis: Afonso Cruz, Ondjaki e Valter Hugo Mãe. Descobri Shakespeare, Dostoiesvki e Tolstói. Emprestei livros que nunca me serão devolvidos. Li o meu primeiro livro de (...)