Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Qua | 04.05.16

OPINIÃO | Romeu e Julieta

Rita

 WmDev_635978226175617424.jpg

 

Título: Romeu e Julieta

Autor: William Shakespeare

Ano da primeira publicação: 1597

 

Passou-me pela cabeça não escrever sobre Romeu e Julieta de William Shakespeare, vendo bem as coisas já quase tudo se disse sobre a mais trágica história de amor de todos os tempos.

 

Para ser franca, este é um daqueles livros que me aterrorizava só de imaginar tê-lo nas mãos. Tinha a ideia de que lê-lo não iria acrescentar nada ao que já sabia sobre o enredo (quem não conhece a história destes dois?), achava que seria uma leitura penosa e por isso não teria qualquer interesse em lê-lo. Mas diz-se por aí que mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, e foi assim que trouxe um exemplar de Romeu e Julieta da biblioteca lá da terra.

 

Quem viu a minha lista dos 20 melhores livros de todos os tempos, já saberá que adorei a história de Romeu e Julieta, entrou no meu top 20 e é um dos meus clássicos preferidos.

 

Tudo neste livro foi para mim uma surpresa: a escrita de Shakespeare, a fluidez da leitura, até a história em si. Nunca pensei que a escrita fosse tão acessível, imaginava aquelas frases cheias de floreados em que não consigo apanhar nada, e só para desmitificar este tabu acho que todos os (ávidos) leitores deveriam ler esta obra. O livro é bastante curto, tem cerca de 80 páginas, é uma peça de teatro, o que também facilita a leitura. E o que dizer sobre a história? Apenas que estava enganada e afinal não conhecia a verdadeira história de amor de Romeu e Julieta. Até o final do livro conseguiu surpreender-me, é claro que sabia que os dois apaixonados iam morrer e também sabia do frasco de veneno mas desconhecia que houvessem outras mortes.

 

Só por curiosidade e porque gosto muito de estatísticas, fui ver a data de publicação da obra: 1597, acho que é o livro mais antigo que já li. Esta edição da biblioteca é de 1988, é uma edição maravilhosa, está um bocadinho mal conservada e parece mesmo ter sido mal tratada mas isso não lhe diminui o encanto.

Agora que sei que ler Shakespeare não é nenhum pesadelo, seguir-se-ão Hamlet e Macbeth.

 

Classificação no Goodreads: 5/5

4 comentários

Comentar post