Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Claro como a água

Qua | 20.01.16

OPINIÃO | Carol

Carol

Título: Carol

Autor: Patricia Highsmith

Ano de Publicação: 2015

Editora: Relógio D'Água

 

Este livro foi publicado pela primeira vez em 1952, inicialmente com o nome O Preço do Sal, e serviu de argumento ao filme Carol, que está nomeado para várias categorias dos Óscares (como já disse aqui).

A história do livro é a história da paixão vivida por duas mulheres, Therese, de 19 anos, e Carol, uma mulher mais velha, divorciada e com uma filha. 

 

"Muita gente olhava para Carol, entretanto, porque ela era geralmente a mulher mais atraente na sala. E Therese sentia-se tão encantada por estar com ela, tão orgulhosa dela, que não olhava para mais ninguém, a não ser Carol."

 

São vários os motivos que me poderiam levar-me a não gostar do livro, a começar pela temática, uma história romântica por si só não me seduz, também foi bastante complicado afeiçoar-me às personagens e tanta inactividade tornou a leitura aborrecida em alguns momentos.

 

Por outro lado, reconheço que os pontos fortes falaram mais alto, a temática na perspectiva de um amor pouco aceite socialmente, tornou a leitura mais interessante. Cheguei a um ponto da história em que até sentia a revolta que a autora tão bem descreve. Como é possível ter medo de estar apaixonado? Ter medo de dar a mão a alguém na rua?

 

Foi uma leitura com altos e baixos, mas terminou melhor do que começou.

 

Classificação no Goodreads: 3/5

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.