Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Dom | 04.06.17

OPINIÃO | Amor de Perdição

Rita

Amor de Perdição.jpg

Tí­tulo: Amor de Perdição

Autor: Camilo Castelo Branco

Ano da primeira publicação: 1862

Editora: Alêteia

 

Amor de Perdição, um clássico da literatura portuguesa, há muito que constava da minha lista. Sem saber bem o que esperar, da obra e até mesmo do autor, decidi que estava na altura de ler Camilo Castelo Branco e que deveria começar com a sua maior obra.

 

Antes demais, deixem-me expressar a minha desilusão ao perceber que muitos leitores comparam esta obra a Romeu e Julieta de Shakespeare, obras que na minha opinião são incomparáveis. Amor de Perdição tem, tal como a peça de Shakespeare, um homem e uma mulher que se apaixonam "perdidamente", duas famílias que se detestam, mas não tem mais do que isso. Segundo parece o autor inspirou-se em Romeu e Julieta para escrever Amor de Perdição, mas isso não faz com que esta última seja automaticamente apelidada de genial, ou faz? Poderia voltar a explicar que ninguém pode dizer que conhece a história de Romeu e de Julieta sem ter lido a peça de Shakespeare, mas isso é outra conversa.

 

Portanto, existe a relação entre Simão e Teresa, algo que não considero ser amor mas sim uma paixão profundamente dramática, tal como toda a narrativa, triste sem qualquer esperança. Contrariamente ao que sucedeu com as personagens Romeu e Julieta (de Shakespeare), senti que faltava personalidade a Simão e Teresa, pareceu-me tudo tão impessoal que, a certa altura, já nem queria saber como ia terminar a narrativa.

 

Ultrapassado todo este drama e fatalidade, consegui finalmente apreciar a escrita de Camilo Castelo Branco! Algures no tempo foi-me "imposta" a ideia de que a escrita do Camilo era complicada e exigente, não sendo simples é surpreendentemente fluente e agradável.

 

Dito tudo isto, em jeito de resumo, são 4 estrelas à escrita do Camilo Castelo Branco e 2 estrelas à obra em si. Vou ler, assim que possível A Queda dum Anjo que, segundo me disseram, nada tem a ver com Amor de Perdição. Preciso de confirmar que eu e o Camilo não começámos com o pé direito.

 

Classificação no Goodreads: 3/5

13 comentários

Comentar post