Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Qui | 01.06.17

Leituras do mês | Maio

Rita

Maio.png

Maio deu para ler 8 livros, 7 dos quais escritos por autores que não conhecia.

Fiquei surpreendida quando percebi que em Maio não comprei nenhum livro, talvez por antever a "desgraça financeira" que a Feira do Livro de Lisboa vá ser. Dos 8 livros que li, 4 fui buscar à biblioteca, 2 estavam encalhados na estante há muito muito tempo e os outros 2 tinha comprado no mês anterior.

De Maio guardo ainda um dos melhores livros que já li!

 

Eis as leituras de Maio:

A Insustentável Leveza do Ser de Milan Kundera - 4*

Boneca de Luxo de Truman Capote - 4*

A História do Amor de Nikole Krauss - 5*

O Paraíso segundo Lars D. de João Tordo - 3*

Flatland de Edwin Abbott - 2*

O Funeral da Nossa Mãe de Célia Correia Loureiro - 4*

Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco - 3*

Vinte e Quatro Horas na Vida de Uma Mulher de Stefan Zweig - 4*

 

Ainda estou a ler o livro de contos Sonhos Azuis pelas Esquinas do Ondjaki, comecei ontem O Segredo de Joe Gould de Joseph Mitchell e há uns dias O Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde.

8 comentários

Comentar post