Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Seg | 24.04.17

DICAS | Hiperactividade cerebral

Rita

 

Acho que todos passamos por fases em que andamos mais acelerados e até mesmo stressados. A mim acontece-me quando os meus dias são mais agitados no trabalho, nas últimas semanas tenho tido vários projectos em mãos e com tanto trabalho e tantos assuntos diferentes para lidar, o desgaste psicológico é enorme e a máxima é a sempre a mesma: "hoje vou-me deitar cedo!". 

Mas, quando caio na cama, fisicamente exausta e a precisar de descansar, o cérebro não pára, antes pelo contrário, tende a acelerar e a pensar em tudo o que fiz naquele dia, tudo o que devia ter feito e não consegui e, consequentemente, em tudo o que tenho para fazer no dia seguinte. Ao que se segue a fase em que o cérebro entra em pânico porque não estou a conseguir adormecer, olho para o relógio, faço as contas, já só me restam pouco mais de 6 horas até o despertador tocar. SOCORRO!!

Esta rotina repete-se vezes sem conta e a falta de descanso começa a evidenciar-se através de falta de concentração, défice de rendimento e ataques de riso sem justificação aparente.

 

Uma destas noites de hiperactividade cerebral, peguei no telemóvel e descarreguei uma aplicação cujo nome é '3 Minutes Meditation'. Releva salvaguardar que sou uma leiga nesta área, não percebo nada de meditação e nunca antes me havia interessado pelo assunto. Experimentei uma das gravações gratuitas com a duração de 3 minutos, o objectivo era incitar ao relaxamento e abstracção. Não sei se foi a minha predisposição a esta técnica, ou se poderá ter uma explicação mais científica, certo é que, o meu cérebro abrandou e a preocupação e o alarmismo, não tendo desaparecido, atenuaram o suficiente para que passado poucos minutos já estivesse a dormir. 

 

Quando contei esta experiência ao meu namorado, achou que estava a ficar maluquinha, o meu irmão levantou o sobrolho e preferiu não dizer nada. Não sei o que pensam vocês que chegaram ao último parágrafo do post, mas se também costumam passar por estas fases de hiperactividade cerebral e têm dificuldade em adormecer, acho que deviam mesmo experimentar, pode ser que também resulte convosco!

15 comentários

Comentar post