Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Claro como a água

Seg | 09.05.16

CITAÇÃO | Ondjaki

As nossas vozes espalhavam barulhos nessa varanda onde primeiro só havia cheiros. Os barulhos esquecem-se rápido. Ainda bem que os cheiros ficam bem presos na nossa memória das recordações. Eu acho que quando formos crescidos vamos gostar de reencontrar estas coisas do nosso antigamente.

Num qualquer futuro, onde eu encontrar cheiro de abacate, ela vai estar um bocadinho lá.

 

em Uma Escuridão Bonita, de Ondjaki

8 comentários

Comentar post