Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Um blog para os apaixonados por livros, ou para quem procura um livro para ler

Claro como a água

Um blog para os apaixonados por livros, ou para quem procura um livro para ler

CITAÇÃO | Javier Marías

18.04.16

Contar deforma, contar os factos deforma os factos, e deturpa-os, e quase os nega, tudo o que se conta para a ser irreal e aproximativo, não obstante seja verídico, a verdade não depende de que as coisas tivessem "sido" ou sucedido, mas de que permaneçam ocultas e desconhecidas ou não sejam contadas, logo que se relatam, ou se manifestam, ou mostram, mesmo que seja no que mais real parece, na televisão ou no jornal, naquilo a que se chama realidade, ou a vida, ou inclusive a vida real, passam a fazer parta da analogia e do símbolo, e já não são factos, mas transformam-se em reconhecimento. A verdade nunca resplandece, como diz a fórmula, porque a única verdade é a que não se conhece nem se transmite, a que não se traduz por palavras ou imagens, a encoberta e não averiguada, e talvez por isso se conte tanto ou se conte tudo, para que nunca tenha acontecido nada uma vez contado.

 

em Coração tão Branco de Javier Marías

7 comentários

Comentar post