Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Claro como a água

Sab | 12.03.16

CITAÇÃO | Afonso Cruz

A minha mãe é tão pequena que,vista de longe, parece um pontinho. E o meu pai é tão alto que, visto de longe, parece uma linha. Mas vistos de perto são como toda a gente, têm braços, pernas nariz e chapéu.

Quando se querem beijar demoram muitos dias, pois o meu pai tem de se baixar desde as nuvens até ao chão e isso demora muito, especialmente para quem sofre das costas (...) Porém, quando eu olho para eles, são quase da mesma altura. Para mim é evidente: o amor aproxima as pessoas e ficamos todos do mesmo tamanho.

 

em O Pintor debaixo do lava-loiças de Afonso Cruz

7 comentários

Comentar post