Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Claro como a água

12
Abr17

A digerir o remorso...

Dizia o meu pai, a voz das mulheres só sabe ignorâncias e erros, cada coisa de que se lembrem nem vale a pena que a digam. mais completas estariam, de verdade, se deus as trouxesse ao mundo mudas. só para entenderem o que fazer na preparação da comida e debaixo de um homem e nada mais.

Terminei ontem à noite a leitura de O Remorso de Baltazar Serapião de Valter Hugo Mãe. Está a ser difícil digerir. A forma como a mulher é retratada revolta-me, enraivece-me, fez-me posar o livro demasiadas vezes. Levei quase 3 meses para o ler. Apenas a escrita do autor me fez querer continuar. Ainda assim entristece-me. Preciso de reflectir ou, talvez, esquecer o que li.

Alguém desse lado já leu?

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A Ler


goodreads.com

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Género

*

Tamanho

*

Autores Lidos