Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

04.07.16

OPINIÃO | Os Da Minha Rua

Rita
  Título: Os da minha rua Autor: Ondjaki Ano de publicação: 2007 Editora: Caminho   Quem nunca leu Ondjaki ou qualquer outro escritor lusófono africano não imagina o que está a perder. Escrevo isto as vezes que forem necessárias até que pelo menos um de vós me diga que experimentou.    Este é o meu quinto livro do autor e já tenho o (...)
11.05.16

OPINIÃO | E Se Amanhã O Medo

Rita
  Título: E Se Amanhã O Medo Autor: Ondjaki Ano de publicação: 2005 Editora: Editorial Caminho   Livros de contos é algo que nunca despertou o meu interesse, apesar de ter alguns na estante nunca senti vontade de lhes pegar. Mas este é claramente um ano de descobertas e como tal tinha de ler um livro de contos de um autor que descobri este ano (e que já devem estar fartos de ouvir falar aqui no blog): Ondjaki!  Gosto muito da escrita de Ondjaki! Não sei se é por as (...)
09.05.16

CITAÇÃO | Ondjaki

Rita
As nossas vozes espalhavam barulhos nessa varanda onde primeiro só havia cheiros. Os barulhos esquecem-se rápido. Ainda bem que os cheiros ficam bem presos na nossa memória das recordações. Eu acho que quando formos crescidos vamos gostar de reencontrar estas coisas do nosso antigamente. Num qualquer futuro, onde eu encontrar cheiro de abacate, ela vai estar um bocadinho lá.   em Uma Escuridão Bonita, de Ondjaki