Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

25.05.17

OPINIÃO | O Funeral da Nossa Mãe

Rita
Título: O Funeral da Nossa Mãe Autor: Célia Correia Loureiro Ano da primeira publicação: 2012 Editora: Alfarroba   Quando penso em enredos em torno de famílias, vêm-me à memória obras como A Casa dos Espíritos de Isabel Allende,  Pássaros Feridos de Colleen McCullough e, agora também, O Funeral da Nossa Mãe de Célia Correia Loureiro. O que é que estes livros têm em comum, para além da família, perguntarão vocês? Personagens muito completas e cativantes e uma (...)
09.05.17

OPINIÃO | A Insustentável Leveza do Ser

Rita
  Tí­tulo: A Insustentável Leveza do Ser Autor: Milan Kundera Ano da primeira publicação: 1984 Editora: Edições BIS   Quando comecei a pensar no que iria escrever sobre A Insustentável Leveza do Ser fui arrebatada por diferentes pensamentos, pensei na vida, nos acasos, na felicidade, na morte, no peso, na leveza, em Karenine, no meu cão, em Tolstoi e em tantas outras coisas. Divaguei, tal como Milan Kundera faz nesta obra.   Se me perguntarem do que trata este livro, (...)
11.07.16

OPINIÃO | Expiação

Rita
Título: Expiação Autor: Ian McEwan Ano da publicação: 2002 Editora: Gradiva   Ao longo de cerca de dez anos desenvolvi um sentimento nada simpático por este livro, Expiação de Ian McEwan. Quando o comprei tinha cerca de catorze anos e lembro-me de achar que seria um bom livro para ler na praia, não sei se estava enganada, sei é que ao fim (...)
08.07.16

OPINIÃO | Viver Depois de Ti (ou como eu consegui escrever uma opinião sem praticamente referir o livro)

Rita
  Título: Viver Depois de Ti Autor: Jojo Moyes Ano da publicação: 2012 Editora: Porto Editora   Neste momento já consegui recuperar desta leitura, já não tenho os olhos vermelhos nem a dor de cabeça características de quem chora como se tivesse ocorrido uma enoooorme fatalidade. Estarei em condições de escrever sobre o livro? Não me (...)