Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

05
Jan17

OPINIÃO | Viver Sem Ti

6tag_050117-111638.jpg

Título: Viver Sem Ti

Autor: Jojo Moyes

Ano de publicação: 2016

Editora: Porto Editora

 

Viver Sem Ti é a sequela de Viver Depois de Ti, o tão aclamado livro de Jojo Moyes, que até já virou filme. Se bem se lembram, Viver Depois de Ti foi uma leitura arrepiante, um turbilhão de emoções, um livro que contém também uma componente mais racional. Incita à reflexão sobre variados temas como a importância das ligações que criamos com os outros, o impacto que os que nos rodeiam têm sobre nós mas, principalmente, sobre o direito de escolha que cada pessoa deve ter sobre a sua própria vida.

 

Bom, depois de um primeiro livro arrebatador que vendeu milhões de exemplares, vem a ambição, o querer mais e a vontade de arriscar e faz-se um livro, na minha opinião, medíocre e desnecessário. 

 

Louise, a personagem principal que conhecemos no livro anterior, outrora admirável e intrigante, perdeu toda a piada. As novas personagens não me convenceram, uma delas é até tão irritante que me deu vontade de largar o livro antes de o terminar. A história revela-se um cliché, previsível e demasiado fictícia. Senti que a ligação que a autora conseguiu criar, no primeiro livro, com os leitores desvaneceu, talvez pelas personagens supérfluas e os seus comportamentos (quase sempre) estúpidos.

 

Se leram Viver Depois de Ti é natural que estejam intrigados acerca da falsa continuação da história, foi o que se passou comigo. Este segundo volume dá para entreter e passar o tempo, mas não adiciona qualquer valor face ao que foi escrito no volume anterior, tornando-se um livro irritante e um desperdício de tempo.

 

Classificação no Goodreads: 2/5

 

08
Jul16

OPINIÃO | Viver Depois de Ti (ou como eu consegui escrever uma opinião sem praticamente referir o livro)

WP_20160707_004.jpg 

Título: Viver Depois de Ti

Autor: Jojo Moyes

Ano da publicação: 2012

Editora: Porto Editora

 

Neste momento já consegui recuperar desta leitura, já não tenho os olhos vermelhos nem a dor de cabeça características de quem chora como se tivesse ocorrido uma enoooorme fatalidade. Estarei em condições de escrever sobre o livro? Não me parece, o melhor é não puxarem por mim.

 

Tenho por hábito evitar tudo o que sejam episódios melodramáticos, conversas demasiado sensíveis e tristes, livros e filmes, obviamente. Já vos contei que chorei durante todo - mesmo toooodo - o filme P.S I Love you? Pois, foi horrível. Só que desta vez não deu para evitar porque coagiram-me a ler Viver Depois de Ti de Jojo Moyes. Se acham que havia volta a dar estão enganados, na semana passada quando cheguei ao escritório em vez de "bom dia Rita" tinha à minha espera um "olha o que eu trouxe para ti, tens mesmo de ler, é tão bom!". 

 

Nunca tinha lido nada desta autora, até porque tinha a ideia, aparentemente correcta, de que os seus livros são muito sentimentais e emocionalmente violentos para o leitor. Não gostava muito do título, nem da capa desta edição, ainda hoje não gosto nem entendo este título, o original Me Before You faz muito mais sentido, pelo menos segundo a minha perspectiva. Dadas as circunstâncias lá me deixei levar pelo livro e adivinhem lá, foi outra montanha de emoções só que desta vez não é russa.

 

Não li a sinopse, não vi o trailer, não li opiniões e foi o melhor que podia ter feito, todos os acontecimentos foram inesperados e acabei por vivê-los intensamente com muitos sorrisos e algumas lágrimas à mistura. Adorei as personagens que a autora construiu, estão muito bem caracterizadas e ligam-se facilmente ao leitor. A escrita da autora é das melhores que já encontrei neste género literário, se assim não fosse provavelmente não teria conseguido passar-me uma mensagem tão forte.

 

Não é de todo um livro romântico, não gira em torno de uma história de amor, e com isto a autora conseguiu surpreender-me. Este livro dá-nos a conhecer uma história diferente e de uma perspectiva que, felizmente, poucos conhecem. Leva-nos a reflectir sobre a importância das ligações que criamos e sobre a forma como as pessoas que nos rodeiam são capazes de influenciar a nossa vida, mas mais importante do que isso é que faz-nos pensar sobre o direito de escolha que cada pessoa deve ter sobre a sua própria vida. 

 

Depois disto só tenho a agradecer a quem me proporcionou (e de forma gratuita) esta leitura arrepiante, obrigada Sandra! Vou certamente ler outras obras da autora, talvez uma por ano para evitar desidratar.

 

Deve ser a primeira opinião que escrevo em que não digo nada de jeito sobre o livro, desculpem-me por isso. Se lerem o livro vão agradecer-me mais tarde, pelo menos mentalmente.

 

Classificação no Goodreads: 5/5

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

WOOK - www.wook.pt

A Ler


goodreads.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D