Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claro como a água

Claro como a água

24
Abr17

DICAS | Hiperactividade cerebral

 

Acho que todos passamos por fases em que andamos mais acelerados e até mesmo stressados. A mim acontece-me quando os meus dias são mais agitados no trabalho, nas últimas semanas tenho tido vários projectos em mãos e com tanto trabalho e tantos assuntos diferentes para lidar, o desgaste psicológico é enorme e a máxima é a sempre a mesma: "hoje vou-me deitar cedo!". 

Mas, quando caio na cama, fisicamente exausta e a precisar de descansar, o cérebro não pára, antes pelo contrário, tende a acelerar e a pensar em tudo o que fiz naquele dia, tudo o que devia ter feito e não consegui e, consequentemente, em tudo o que tenho para fazer no dia seguinte. Ao que se segue a fase em que o cérebro entra em pânico porque não estou a conseguir adormecer, olho para o relógio, faço as contas, já só me restam pouco mais de 6 horas até o despertador tocar. SOCORRO!!

Esta rotina repete-se vezes sem conta e a falta de descanso começa a evidenciar-se através de falta de concentração, défice de rendimento e ataques de riso sem justificação aparente.

 

Uma destas noites de hiperactividade cerebral, peguei no telemóvel e descarreguei uma aplicação cujo nome é '3 Minutes Meditation'. Releva salvaguardar que sou uma leiga nesta área, não percebo nada de meditação e nunca antes me havia interessado pelo assunto. Experimentei uma das gravações gratuitas com a duração de 3 minutos, o objectivo era incitar ao relaxamento e abstracção. Não sei se foi a minha predisposição a esta técnica, ou se poderá ter uma explicação mais científica, certo é que, o meu cérebro abrandou e a preocupação e o alarmismo, não tendo desaparecido, atenuaram o suficiente para que passado poucos minutos já estivesse a dormir. 

 

Quando contei esta experiência ao meu namorado, achou que estava a ficar maluquinha, o meu irmão levantou o sobrolho e preferiu não dizer nada. Não sei o que pensam vocês que chegaram ao último parágrafo do post, mas se também costumam passar por estas fases de hiperactividade cerebral e têm dificuldade em adormecer, acho que deviam mesmo experimentar, pode ser que também resulte convosco!

21
Jun16

Sobre a desculpa "não tenho tempo para ler"

aadon't.jpg

 

imagem vista aqui 

 

Ultimamente tenho ouvido muitos comentários do género: “não tenho tempo para ler” e “só leio nas férias porque durante o resto do ano é impossível”, ao que se seguem perguntas como “fazes mais alguma coisa na vida para além de ler?”.

Acredito que algumas (ainda que poucas) das pessoas que fazem estes comentários não tenham realmente muito tempo para ler, mas a verdade é que arranjamos sempre tempo para fazer aquilo de que gostamos. Não me digam que têm uma vida assim tão atarefada que não dispõem de 10 minutos para se dedicarem a uma actividade de lazer?

aamaketime.jpg

 imagem vista aqui

 

Concluí que das duas uma: ou estas pessoas não gostam de ler, e utilizam inúmeras variações do “não tenho tempo para”, a verdade é que não podemos gostar todos do mesmo, ou então precisam de encontrar motivação e/ou tempo para ler. Como eu até gosto (e muito) de fomentar os vossos hábitos de leitura, aqui ficam algumas dicas para vos ajudar a ler mais e melhor:

 

  1. Nunca saiam de casa sem um livro: 5 minutos são suficientes para ler umas páginas do livro e nunca se sabe quando podem ter 5 minutos livres. Leio bastante enquanto espero por uma consulta ou pelos transportes, leio em filas de espera e às vezes até leio enquanto almoço.
  2. Utilizem aplicações/sites para se manterem motivados, por exemplo o goodreads, lá podem criar as vossas próprias listas de livros, podem atribuir pontuações aos livros que leram e podem registar as leituras actuais.
  3. Leiam apenas o que vos interessa, os géneros de que mais gostam e onde se sentem confortáveis. Não deixem que vos impinjam livros (contra mim falo).
  4. Arranjem “amigos” que gostem de ler. Há muita gente que, como eu, não tem amigos com quem partilhar o gosto pela leitura, quando assim é acabamos por arranjar “amigos virtuais” (sempre é melhor do que os amigos imaginários) com quem conversar sobre os livros, é altamente motivador! E não estou com isto a sugerir que se desfaçam dos vossos amigos que não lêem.
  5. Comecem por ler livros pequenos, é mais fácil quando vemos a luz ao fundo do túnel. São inúmeros os livros com menos de 200 páginas e existem vários livros de contos que também poderão ajudar.
  6. Experimentem os audiobooks, são úteis para ouvir no carro, nos transportes ou mesmo em casa. Podem até alternar entre as versões áudio e em papel.
  7. Encontrem o lugar ideal para ler, seja em casa, na casa-de-banho, no café, na praia ou nos transportes, todos os locais são bons para ler. Comigo costuma funcionar melhor nos transportes do que no sofá lá de casa, vá-se lá saber porquê.
  8. Arranjem um parceiro de leitura: ler um livro em conjunto é uma experiência engraçada e motivadora, experimentem! Já fiz várias leituras juntamente com leitores do blog, à falta de melhor e desde que o livro me interesse, contem comigo.
  9. Visitem bibliotecas e livrarias, vão ver que saem de lá com vontade de ler tudo o que conseguirem.
  10. Desliguem a televisão

 

Este post é mais um desabafo, pois a maioria das pessoas que o está a ler não precisa de dicas para ler mais ;)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

WOOK - www.wook.pt

A Ler


goodreads.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D