Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claro como a água

Claro como a água

18
Abr16

CITAÇÃO | Javier Marías

Contar deforma, contar os factos deforma os factos, e deturpa-os, e quase os nega, tudo o que se conta para a ser irreal e aproximativo, não obstante seja verídico, a verdade não depende de que as coisas tivessem "sido" ou sucedido, mas de que permaneçam ocultas e desconhecidas ou não sejam contadas, logo que se relatam, ou se manifestam, ou mostram, mesmo que seja no que mais real parece, na televisão ou no jornal, naquilo a que se chama realidade, ou a vida, ou inclusive a vida real, passam a fazer parta da analogia e do símbolo, e já não são factos, mas transformam-se em reconhecimento. A verdade nunca resplandece, como diz a fórmula, porque a única verdade é a que não se conhece nem se transmite, a que não se traduz por palavras ou imagens, a encoberta e não averiguada, e talvez por isso se conte tanto ou se conte tudo, para que nunca tenha acontecido nada uma vez contado.

 

em Coração tão Branco de Javier Marías

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

WOOK - www.wook.pt

A Ler


goodreads.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D